Ferros de soldar mais potentes aquecem mais rápido e mantêm a temperatura desejada de forma mais constante.

No caso de soldagem ou revestimento de estanho (denominado estanhagem) de cabos
grossos, você precisará de muita energia para aquecer rapidamente um grande volume de
metal no cabo. Ferros de soldar com potência superior a 100 W e pistolas de soldar
equipadas com transformador são adequados para esse fim. Para soldar componentes
eletrônicos, você deve usar uma lapiseira de solda precisa com uma potência variando de
30 W a 90 W. Se a ferramenta adquirida possui um bom sistema de controle de
temperatura, é melhor escolher um modelo com maior potência, pois melhorará
significativamente o conforto de uso. Ponta de solda – o elemento quente na extremidade
do ferro de solda – é uma parte do ferro responsável por transferir energia térmica para a
peça soldada. Sendo a parte mais “industriosa” do ferro de soldar, seu desgaste é muito
rápido. Ao comprar um ferro de solda, certifique-se de que as pontas de solda
correspondentes sejam fáceis de comprar e substituir. Desta forma, em caso de dano a este
componente, será possível substituí-lo sem problemas. https://cherubino.com.br/produtos/ferro-de-solda